PS Central registra mais de 7 mil atendimentos em dezembro

O Pronto Socorro Central, localizado no bairro Vera Cruz, realizou 7.412 atendimentos em dezembro do ano passado. A unidade, responsável pelo pronto-atendimento de urgências e emergências da população dos bairros Vila São Paulo, Centro, Vera Cruz, Vila Atlântica e Jardim Praia Grande, também dá importante suporte às equipes do SAMU, com o registro de 89 ocorrências no período.

Segundo o vice-prefeito, Marcio Melo Gomes, o Marcio Cabeça, que tem acompanhado a evolução no número de ocorrências, o PS Central desempenha importante serviço à população e tem recebido investimentos para que se mantenha em pleno funcionamento.

“Desde 2013 estamos trabalhando muito para fortalecer toda a rede de saúde de Mongaguá, em especial, os prontos-socorros. O PS Central desempenha um serviço vital para a rede, atendendo milhares de ocorrências. O prefeito Prof. Artur e eu não medimos esforços para promover os investimentos na área de saúde pública”, comentou

Marcio Cabeça completa destacando que, além das obras regulares de manutenção da unidade de pronto-atendimento, há também a aquisição de novos equipamentos, ambulâncias, contratação de equipes de atendimento e reforço na dispersão de medicamentos no local.

 

Ocorrências – As equipes do PS Central estão aptas a atenderem diversos tipos de ocorrência e Mongaguá está inserida no sistema metropolitano de saúde pública, com unidades regionais ambulatoriais e hospitais de referência. No caso da necessidade de vagas de internação ou UTI, a cidade aciona a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), do Governo do Estado, em busca de recolocação de pacientes.

Dentre os registros do mês de dezembro, os acidentes de trânsito, cortes, quedas e queimaduras são as ocorrências de maior número e que foram atendidas no PS Central.

 

UPA – O vice-prefeito Marcio Cabeça ressalta ainda que a prefeitura está empenhada em agilizar os trâmites necessários para o início dos trabalhos da UPA de Agenor de Campos.

“Concluímos nosso compromisso de construir o prédio da UPA e estamos na fase de levantamento de custos para que o local entre em funcionamento. Com esse estudo, vamos reforçar nosso pedido junto aos governos Estadual e Federal para viabilizar os recursos financeiros para que a unidade entre em operação. Mongaguá já faz sua parte, com dois prontos-socorros, e a UPA nada mais é que um grande pronto-socorro, que irá absorver a estrutura do PS Agenor de Campos assim que concluirmos os trâmites de implantação da unidade”, concluiu.

© 2013 Produzido por Trilogic

Voltar para o topo