Mongaguá é vice-campeã do 1º Festival Infantil de Voleibol do Litoral Sul


O voleibol está ressurgindo no Litoral Sul. E nessa retomada, Mongaguá já toma linha de frente e é alçada como uma das melhores equipes na categoria masculino. Prova disso foi mostrada no 1º Festival Infantil de Voleibol do Litoral Sul, realizado domingo (3), em Peruíbe. A equipe mongaguaense conquistou o vice-campeonato e lançou novos talentos da modalidade.

“Essa foi a primeira competição desses garotos. E os jogos foram de altíssimo nível. A pedra fundamental foi lançada, agora só temos que alicerçar os nossos horizontes, que serão muitos e certamente todos fortalecidos. Só tenho a agradecer a todos que acreditam no nosso trabalho e ao empenho dos alunos”, comemorou o professor e técnico do time, Renan Augusto.

Segundo ele, o festival contou com a participação de quatro seleções municipais. Além de Mongaguá, competiram os times de Itanhaém, Itariri e a anfitriã Peruíbe. “Nosso intuito foi realmente restabelecer a prática do voleibol no Litoral Sul, envolvendo, especialmente, as unidades de ensino. Foi pontapé inicial. E para nós, de Mongaguá, esse um começo extraordinário.”

Prata da casa – Atletas da equipe mongaguaense receberam premiações individuais de desempenho no torneio. E um destes destaques foi Álvaro Santana, o melhor da partida contra o time de Peruíbe, que recebeu a láurea ‘Viva Vôlei’. Para ele, “foram bons jogos. Fico feliz poder contribuir com a equipe. Amo essa verdadeira família.”

Outro que recebeu premiação de desempenho individual foi o atleta Davi Alves, condecorado como ‘Melhor Saque’ do festival, além de ter recebido também o ‘Viva Vôlei’ na partida contra Itanhaém. “Estamos prontos para ajudar e para ver nossa equipe crescer cada vez mais.”

Contraturno – As aulas de voleibol na cidade acontecem gratuitamente no contraturno escolar, como atividades complementares, na quadra poliesportiva da EMEF Jacyra de Souza Oliveira, no Jussara. Atualmente, 70 estudantes integram as equipes, abrangendo unidades de ensino municipais, estaduais e particulares. As aulas acontecem segundas (manhã e tarde), terças e sextas (só tarde).

“Não há limite de idade, basta estar matriculado em alguma escola. E contemplamos não apenas o público masculino como o feminino, cujas equipes em breve também participarão de eventos esportivos de grande nível. Quem quiser é só comparecer”, ressalta o professor.

© 2013 Produzido por Trilogic

Voltar para o topo