Reunião acerta detalhes da segurança nos dias de Carnaval

Texto e Fotos: Eduardo Rodrigues

Visando primar pela segurança e bem-estar de moradores e turistas de Mongaguá durante o Carnaval, autoridades e membros dos blocos carnavalescos se reuniram nesta segunda-feira (5) para acertarem detalhes sobre o período de festejos, que terá sua concentração principal voltada para a região da Praça Dudu Samba. Estima-se que a cidade receba por volta de 265 mil pessoas ao longo dos quatro dias de Folia do Momo.

O encontro aconteceu no gabinete da Diretoria de Segurança, contando com a presença de integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), departamentos de Fiscalização do Comércio e de Serviços de Trânsito (Semutran), Comissão de Eventos da prefeitura, Conselho Tutelar e polícias Civil e Militar, além de representantes do Bloco do Carrinho e do Bloco do Bilau.

Dentre as deliberações da reunião estão a localização e horários de concentração e dispersão dos blocos; períodos permissivos de uso de som pelos blocos e pelos comerciantes do entorno da praça; as áreas limítrofes de palco, camarote e praça de alimentação; e os espaços direcionados para os ambulantes.

Outros dois pontos abordados na reunião são a venda de bebida alcoólica a menores de 18 anos, o comércio de bebidas em garrafa de vidro, e o uso de aparelhos de som (automotivos ou caixinhas autofalantes) com volume acima do tolerável, atos proibidos por lei e que, de acordo com as autoridades, terão rigor na sua fiscalização.

“O Carnaval é um grande evento, no qual o principal objetivo é brincar, se divertir. Entretanto, é necessário haver bom senso e respeito às leis e às pessoas. Queremos que não haja ocorrência, por isso pedimos a colaboração de todos. Estamos fazendo a nossa parte, nos organizando. Mas precisamos do apoio da população e dos comerciantes”, ressaltou o diretor de Segurança, Roberto Ojima.

Plataforma – Outro local do município que deve receber eventos movimentados é a Plataforma de Pesca, que também foi pauta do encontro. Assim como no Centro, a região deve receber uma atenção especial no tocante ao respeito às normas e à preservação da ordem e do sossego, buscando sempre preservar a paz e promover o convívio social.

Todos os comerciantes diretamente afetados pelos eventos de Carnaval, sejam aqueles instalados no período do Praça Dudu Samba ou os estabelecidos na região da Plataforma, serão orientados pelas equipes do Departamento de Fiscalização do Comércio quanto às deliberações pertinentes durante os Festejos de Momo.

Os técnicos do Semutran ressaltam que entre sábado, dia 10, e segunda-feira, dia 12, as pessoas devem evitar a locomoção com veículo na região da orla, no perímetro compreendido entre as rua Capitão Balduíno e Rui Barbosa, locais que farão parte do itinerário dos blocos e que, portanto, devem receber maior aglomeração de público.

© 2013 Produzido por Trilogic

Voltar para o topo