Escolas conhecem diretrizes do FEMC 2018

Fotos: Divulgação / Texto: Eduardo Rodrigues

Coordenadores e diretores das unidades de ensino do Município, públicas e particulares, conheceram os detalhes da 17ª edição do FEMC – Festival Estudantil Mongaguá de Cultura, prevista para acontecer em setembro.

O evento está com uma nova proposta, buscando ser mais dinâmico e interativo, aproximando-se ainda mais das escolas e do público. Outra novidade é a colaboração de tutores criativos, elo entre a organização e as unidades.

A apresentação aconteceu na noite desta quarta-feira (13), no Teatro Ronaldo Ciambroni do Centro Cultural Raul Cortez, contando com a presença de mais de 280 profissionais, além dos diretores dos departamentos de Cultura, Pedro Saletti, e de Educação, Aparecida Calistro.

Com o tema ‘Anos 80 – Mostra a tua cara’ a iniciativa envolverá mais uma vez dezenas de escolas em um concurso cultural. As categorias serão: infantil, infanto-juvenil e juvenil, em nove modalidades: colagem, composição musical, conto, coral, dança, escultura, fotografia, pintura e teatro.

“O FEMC foi idealizado para fomentar a arte entre os jovens e possibilitar o acesso às atividades que existiam no Centro Cultural, difundindo-as por todas as unidades escolares. É uma ferramenta de inserção artística no ambiente escolar, provocando o enriquecimento do imaginário desses jovens e a formação do seu próprio senso crítico. E essa é a essência do FEMC: criar possibilidades, semear sonhos e quiçá transformar nossas crianças e jovens em cidadãos comprometidos com a nossa sociedade através da arte e da cultura”, ressaltou o diretor do Departamento de Cultura, Pedro Saletti.

© 2013 Produzido por Trilogic

Voltar para o topo