Regularização fundiária contempla mais de 300 famílias da Vila Operária

CDHU 2

O prefeito de Mongaguá, prof. Artur Parada Prócida, recebeu o certificado de regularização urbanística da Vila Operária. O documento foi entregue, nesta sexta-feira, pelo secretário estadual de Habitação, Silvio França Torres, durante audiência, em Santos. Participaram da audiência, o vice-prefeito Márcio Mello Gomes, os diretores municipais Osvaldo de Freitas Ferreira (Habitação) e Otávio Mosca Diz (Obras).

Agora, a Prefeitura de Mongaguá encaminhará a certidão ao Cartório de Registro de Imóveis para abertura da matrícula do loteamento, regularizado através do Programa Estadual Cidade Legal, e emissão do título de propriedade para 331 famílias da Vila Operária. A Prefeitura de Mongaguá, através da Diretoria de Habitação, disponibilizará assistência técnica para regularização das edificações.

Outro pedido feito pelo prof. Artur, atendido pelo secretário Torres, refere-se à revitalização do Conjunto CDHU Vila Atlântica, onde serão realizados serviços de pintura, a reforma dos telhados dos prédios, calçadas, muros e iluminação.

O prefeito também reivindica a construção de, pelo menos, 2.200 moradias para atender famílias de baixa renda. A prioridade são 400 unidades para remover famílias de áreas de risco da Vila Atlântica, sendo que as áreas destinadas aos projetos situam-se no Jardim Santana e Vila Oceanópolis.

O prefeito também encaminhou ao governo estadual, através do secretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita, pedido de verba para obras viárias na Avenida José Cesário Filho (Vera Cruz) e Antônio Humberto Tórtora (acesso ao CDHU Regina Maria).

 

© 2013 Produzido por Trilogic

Voltar para o topo