Centro de Controle de Zoonoses – CCZ

MISSÃO

É uma unidade de saúde pública tem como objetivo prevenir e controlar as zoonoses (doenças naturalmente transmissíveis entre os animais e seres humanos), doenças transmitidas por vetores e agravos produzidos por animais peçonhentos e controle de animais incômodos. (Portaria 1.138, de 23 de maio de 2014 – Ministério da Saúde)

Dentre as zoonoses de importância para a saúde pública e incidentes em áreas urbanas destacam-se a raiva, a leptospirose, a tuberculose, a brucelose e a toxoplasmose.

As doenças transmitidas por vetores dependem de um animal invertebrado que transfere de forma ativa um agente etiológico (bactéria, vírus, protozoário) de um animal, inclusive o ser humano para outro.

As principais doenças transmitidas por vetores são a dengue, chikungunya, zika vírus, febre amarela, malária, leishmaniose, doença de chagas e doenças transmitidas por carrapatos.

ATIVIDADES

. Controle da Raiva
. Campanha de vacinação antirrábica de cães e gatos
. Controle de animais agressores
. Pesquisa de vírus rábico (exames laboratoriais)

CONTROLE DE ARBOVIROSES (DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA VÍRUS)

Ações de controle do vetor com vistorias de rotina, mutirões, controle químico e ações educativas, visando eliminar criadouros e mosquitos e conscientizar a população de acordo com os cuidados necessários para combater a doença.

CONTROLE DE AGRAVOS PRODUZIDOS POR ANIMAIS PEÇONHENTOS E INCÔMODOS

Atendimento zoo-sanitário com avaliação da situação e orientação quanto as medidas de prevenção à instalação e proliferação de pombos, caramujos, carrapatos, escorpiões, cobras, aranhas e morcegos.

ATENDIMENTO PÚBLICO GRATUITO

O Centro de Controle de Zoonoses dispõe de atendimento veterinário gratuito. Porém, como a sede do CCZ está em obras, o atendimento está sendo realizado, provisoriamente, na Rua Embaixador Pedro de Toledo, 61, Centro. É necessário agendar a consulta veterinária com antecedência. Informações: 3507-5479 (segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h).